CHINAPLAS com novos tópicos

A CHINAPLAS 2015, primeira feira de plásticos da Ásia e segunda a nível mundial, realizar-se-á nos dias 20 a 23 de Maio, no parque de feiras de Pazhou, Guangzhou, China, e incluirá um conjunto de eventos paralelos para ajudar os profissionais da indústria a conhecer as tendências do mercado. Este ano, a CHINAPLAS incluirá três eventos paralelos – ‘Design X Innovation’, ‘Industrial Automation – Robot Parade & Smart Production’ e ‘Medical Plastics Conference’.

image_thumb[1]

LEIA O RESTO DA NOTÍCIA

Crescimento na indústria de filme de PE

A procura de filme de PE registou uma recuperação lenta e contínua desde 2010. A recessão de 2008-2009 viu a produção de filme de PE cair 10% e o nível está ainda meio milhão de toneladas abaixo no nível-pico de 2007. A recuperação e o crescimento, porém, já não se baseiam apenas na tonelagem. Com os processos de redução de espessuras e a utilização de graus lineares e metalocenos, é possível produzir e utilizar filmes mais finos para as mesmas aplicações. De acordo com a AMI (Bristol, Reino Unido), na décima edição do seu Directório de Extrusores de Filme de Polietileno na Europa, em 2013, pela primeira vez, o consumo de graus lineares e metalocenos pelas empresas de extrusão de filmes ultrapassou o consumo de graus tradicionais. esta tendência veio para ficar e a AMI prevê que o uso de metalocenos vai crescer 3 ou 4 pontos percentuais acima da taxa global.

Os extrusores de filme tem vindo a aumentar o uso de graus lineares e metalocenos para se adaptarem à procuram, o que ajuda a explicar as taxas de crescimento da produção de filmes estiráveis e retrácteis. Usados sobretudo para proteger todo o tipo de produtos durante o transporte e armazenagem, os filmes estiráveis e retrácteis representaram, cada um cerca de 1 milhão de toneladas de produção, em 2013. O directório da AMI evidencia a importância deste sector, com 52% das fábricas envolvidas na produção de filmes estiráveis e retrácteis para grupagem ou envolvimento de paletes. A tendência reflecte-se por toda a Europa, com a Alemanha a liderar. Na Alemanha, os filmes estiráveis e retrácteis representam 61% da actividade de extrusão de filmes de PE. O líder europeu na produção de filmes estiráveis, a Manuli (Itália) detém uma das maiores fábricas europeias em Schkopau, Alemanha.

image

O sector da produção de filme de PE continua em consolidação e reestruturação. O grupo Coveris conjuga a produção de filmes PE das empresas Britton, Veriplast, Unterland e Kobush. A Nordenia foi adquirida pelo Mondi Group e a RKW adquiriu a Hyplast.

Nova feira internacional para o sector de moldes

A Alemanha tem mais uma feira internacional para o sector da fabricação da moldes. A Moulding Expo terá lugar em Estugarda, nos dias 5 a 8 de Maio de 2015. A Messe Stuttgart estabeleceu um acordo de coordenação de datas com a editora Carl Hanser, organizadora da [wfb], uma feira especializada do sector de moldes de âmbito praticamente nacional (alemão). Em 2015, a [wfb] volta a realizar-se em Siegen nos dias 17 e 18 de Junho. Para mais informações sobre a [wfb], clicar AQUI.

A Moulding Expo decorre em paralelo com a KKS, uma feira especializada em lubrificantes e refrigerantes para metalomecânica. para mais informações sobre a KKS, clicar AQUI. O acordo entre a Messe Stuttgart e a Carl Hanser é visto com bons olhos pela VDWF, a associação alemã dos fabricantes de moldes. As duas feiras procuram completar-se entre si. Entretanto, a editora Carl Hanser e responsável pelo programa de conferências em paralelo com a Moulding Expo.

Outro acordo relevante para a estratégia desta nova feira foi estabelecido com a feira de Erfurt, organizadora de uma feira internacional dedicada às tecnologias de fabricação rápida, a Rapid.Tech, com experiência de 10 anos. A Moulding Expo vai ter uma Rapid.Area, à semelhança do que sucedeu com a feira METAV (metalomecânica), de Dusseldorf. Mas enquanto esta contou apenas com oito expositores, imagea Rapid.Area da Moulding Expo deverá conter com pelo menos 20 empresas, reflectindo o interesse crescente pelas tecnologias de fabricação aditiva, prototipagem e fabricação rápida. Entretanto, a feira Rapid.Tech, especializada nesta área, mantém as suas datas: 10 e 11 de Junho, em Erfurt.

Para mais informações, clicar AQUI.

Atenta às oportunidades de exposição e promoção do sector, a CEFAMOL integrou a Moulding Expo no programa internacional “Engineering & Tooling from Portugal 2014-15”, prevendo uma participação colectiva da indústria portuguesa.

ISICOM organiza seminário SolidWorks 2015

imageA Isicom vai realizar dois eventos de lançamento do SolidWorks 2015, em Leiria e na Maia. O objectivo é dar a conhecer a nova linha de produtos e soluções SolidWorks 2015 e do seu vasto conjunto de funcionalidades que ajudam no aumento efectivo da produtividade. Serão também apresentadas as novas funcionalidades do SolidWorks Plastics, para optimização do processo de injecção. O seminário de imageapresentação foi pensado para novos utilizadores e também para utilizadores experientes que pretendam estar a par das mais recentes evoluções SolidWorks. A participação é gratuita, mas com lugares limitados e sujeita a inscrição.

 

Leiria – 7 de Outubro  Para inscrição, clicar aqui

Maia – 14 de Outubro  Para inscrição, clicar aqui

Para mais informações, contactar a ISICOM.

Etiqueta de eficiência energética para máquinas de plásticos e borracha

imageA EUROMAP, a associação europeia dos construtores de máquinas para processamento de plásticos e borracha, vai lançar uma etiqueta de energia para máquinas de plásticos e borracha. A importância crescente da eficiência energética na indústria também se reflecte nas actividades da associação. A EUROMAP já publicou normas sobre medição da energia em máquinas de injecção e de extrusão-sopro. Até agora, os construtores de máquinas têm usado etiquetas por si criadas para evidenciar os níveis de eficiência das suas máquinas. Para tornar as classes de eficiência transparentes e permitir aos utilizadores estabelecer comparações, foi agora criada uma etiqueta neutral comum, cujas especificações constam de uma nova recomendação da EUROMAP.
Diversamente do que sucede com a etiqueta energética da UE (para os frigoríficos, por exemplo), a etiqueta EUROMAP é de uso voluntário. Não é necessária a certificação por terceiro para poder usar a etiqueta. A descrição exacta da nova etiqueta pode ser obtida gratuitamente, clicando AQUI. A etiqueta entrará em vigor a partir de 1 de Outubro de 2014.

Tendências do mercado dos filmes agrícolas

O mercado europeu  de filme agrícola registou cresceu na última década, atingindo meio milhão de toneladas e 2013, segundo o relatório Agricultural Film Market in Europe 2014 [clicar para mais informação], recentemente publicado pela AMI Consulting. A Espanha e a Itália são os maiores mercados e absorvem cerca de 40% da procura, induzida sobretudo pela horticultura intensiva que utiliza grandes quantidades de filmes para estufas e cobertura de solos. Em contraste, a Europa do norte, com vastas áreas de terrenos relvados, é grande procura de forragens e por isso tem um consumo ais significativo de filmes de silagem, quer em folha, quer em envolvimento estirável.

imageO mercado do filme de silagem deverá crescer pelo menos 1% nos próximos cinco anos. Este crescimento será induzido por factores como o aumento da produção de biomassa, a procura de forragens de qualidade, a redução de perdas, o aumento do número de vacas leiteiras, a melhoria da alimentação animal, o aumento da alimentação de cavalos com forragem e a generalização do embalamento e envolvimento.
O consumo de filmes de cobertura tradicionais deverá descer em quantidade durante os próximos cinco anos, em resultado da maturidade relativa deste mercado, da redução das áreas de cultivo e da necessidade de redução dos resíduos de plástico (por redução da espessura ou pelo uso de filmes biodegradáveis).
As tendências do mercado para os filmes de estufas são similares às dos filmes de cobertura de solos, até porque os dois são cada vez mais usados de forma combinada. O mercado europeu atingiu a maturidade e os filmes para uma época estão a ser substituídos por filmes que duram até 5 anos, induzindo uma tendência de descida que se deverá manter nos próximos cinco anos.
Cada vez mais, o factor primordial é o valor, em vez do volume. Para aumentar a quota num mercado sobre-fornecido, os fornecedores de filmes procuram desenvolver filmes multicamada mais finos e com características acrescidas e adaptadas aos clientes, ao mesmo tempo que procuram oportunidades para aquisições de consolidação. Entre os casos recentes estão a aquisição da Hyplast e da Biofol Film pela RKW, a aquisição do negócio de filmes industriais da ITW Mima pelo Carlyle Group, a aquisição do grupo espanhol TPM pela Morera & Valejo e a aquisição da Unterland pelo grupo Britton, agora designado Coveris.

A relevância do filme agrícola

Para alimentar uma população global que deverá atingir os 9 mil milhões de pessoas em 2050, é necessário eliminar o desperdício de alimentos, melhorar a distribuição e aumentar a produção de alimentos. A agricultura enfrenta desafios devido à alteração das tendências económicas e ambientais, incluindo  as mudanças climáticas, a expansão dos biocombustíveis, a desaceleração dos rendimentos agrícolas, o aumento da procura de carne e do consumo calórico por parte de uma classe média ascendente. Estima-se que em 2050, cerca de 70% da população global viva em cidades, comparativamente aos 50% actuais.
Embora o crescimento populacional seja marginal na Europa, a agricultura europeia continuará a desempenhar um papel relevante na produção alimentar mundial, ao meso tempo que continuará a lutar pela subsistência face à disputa pelo uso da terra. O sector agrícola vê-se forçado a produzir mais com qualidade mais elevada em menores áreas de terra, em menos tempo, com menos recursos e gerando menos resíduos. Prolongar a estação de crescimento e aumentar os rendimentos por hectare têm sido e continuarão a ser os factores da procura de filmes agrícolas. Os filmes plásticos protegem as colheitas e têm implicações directas na qualidade das mesmas. Os filmes contribuem para a eficiência agrícola para a redução do consumo de agroquímicos, água e energia.

Para  além da actividade de consultoria na área dos filmes agrícolas, a AMI organiza a conferência internacional anual para a indústria do filme agrícola. A próxima Agricultural Film Conference realizar-se-á em Barcelona, Espanha, nos dias 15 a 17 de Setembro. Para mais informação, contactar Jenny Skinner (clicar para enviar email).

Máquinas alemãs com aumento de vendas

Os construtores alemães de máquinas para as indústrias de plásticos e borracha esperam aumentar as vendas em 3% em 2014 (cerca de 7 mil milhões de euros) e 4% em 2015 (cerca e 7,3 mil milhões de euros), indica a associação VDMA.

imageUlrich Reifenhäuser, Chairman da associação de construtores de máquinas para plásticos e borrachas, explica: "durante a K 2013, a Associação previu um aumento de 6% para 2014. Com base nos dados dos últimos seis meses, e na melhoria significativa dos resultados de 2013, a previsão para 21014 foi revista em baixa". Em 2013, as vendas de máquinas alemãs registaram um aumento de 3,9% e as exportações aumentaram 4,3%, atingindo valores recorde.

As vendas para clientes não alemães deverão registar aumentos moderados em 2014 e 2015. "As perspectivas para os dois principais mercados de exportação, a China e os EUA, continuam positivas, mas a um ritmo menor", confirma Thorsten Kühmann, managing director da mesma Associação. "No entanto, a tendência das entregas para a Rússia, Brasil, Turquia e Índia é claramente negativa. Na Rússia, o terceiro maior mercado dos últimos anos, os efeitos potenciais da crise política da Ucrânia ainda não se fizeram sentir".

Foram identificados alguns pontos fracos no que respeita às vendas no mercado doméstico alemão, mas o nível de vendas tem vindo a ganhar balanço ao longo de vários meses, com taxas de crescimento superiores às da exportação. "Trabalhamos com o pressuposto de, dado o aumento geral dos investimentos em fábricas e equipamentos, esta evolução continue em 2909014 e 2015, dando à indústria um grande estímulo", confirma Ulrich Reifenhäuser.

As exportações alemãs de maquinaria para plásticos e borracha aumentaram ligeiramente a sua quota: quase um quarto (24,5%) das exportações globais diz respeito a máquinas fabricadas na Alemanha. A China está em segundo lugar, com uma quota de 12,35, o Japão vem em terceiro lugar com 9,9% e a Itália em quarto, com 9,1%.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.