ENGEL apresenta inovações na K 2010

imageA ENGEL (Áustria) vai apresentar inovações tecnológicas para várias aplicações industriais específicas durante a K 2010. Num espaço de 1,272 qm², a ENGEL apresentará onze células de produção para demonstrar a sua competência nas áreas Automóvel, Moldação Técnica, Embalagem, Teletrónica e Aplicações Médicas. Os sistemas de economia de energia estarão em destaque na generalidade das apresentações.

 Automóvel: “chapa orgânica” substitui metais 
Para o sector automóvel, a ENGEL vai apresentar a produção de um componente estruturado, reforçado com “chapa orgânica”. O método será demonstrado com uma imagemáquina ENGEL duo 2050/500 pico, injectando uma coluna de volante em PA, numa célula de produção totalmente automatizada, com três robôs. Esta aplicação representa um grande passo no sentido da redução de peso e permite substituir as chapas de alumínio por finas chapas orgânicas. Estas são compostas por um “tecido” de fibras de vidro ou de carbono embebidas com uma determinada orientação num matriz termoplástica de PA ou PP. Neste projecto, a ENGEL tem como parceiras as empresas alemãs Siebenwurst(moldes) e Bond Laminates (material).

A ENGEL vai também demonstrar o processo “flow-coating” para revestimento de peças injectadas com poliuretano, com uma máquina totalmente eléctrica ENGEL e-motion 280 T equipada com o dispositivo clearmelt. O processo envolve a injecção sobre o verso de uma chapa simulando madeira com um termoplástico portador, seguida do revestimento da peça com um camada brilhante de PUR. O processo cria um efeito de 3D impressionante e dá às peças um elevada resistência ao risco. Comparativamente a outras abordagens – tais como o revestimento muti-camadas – o novo processo tem as vantagens da produtividade e das camadas mais finas. A vantagem do processo clearmelt reside no facto de quer a injecção sobre o verso (back injection), quer o revestimento PU (flow-coating) ocorrerem num só molde e sem interrupção do processo. A colocação dos insertos, a remoção e empilhamento das peças são assegurados em moo totalmente automático por um robô ENGEL viper 40. Neste projecto, a ENGEL tem como parceiras a Schöfer (ideia do produto e molde)  e a Hennecke (máquina PUR).

image Ainda para o sector automóvel a ENGEL demonstrar o processamento de silicone sólida na produção de vedantes, com uma máquina ENGEL victory 330/90 tech. A produção de peças com cerca de 6 mm de diâmetro é totalmente automática e isenta de pós-processamento, usando um molde de 64 cavidades com tecnologia de canais frios. Esta máquina estará também equipada com o ENGEL roto feeder, um alimentador rotativo que garante uma elevada estabilidade do processo através da introdução contínua do material no cilindro de plastificação, evitando aglomerações e mantendo a pressão constante.  

Teletrónica: ciclos curtos com nova versão eléctrica para insertos 
Uma das apresentações da ENGEL no sector da “Teletrónica” (peças para equipamentos eléctricos e electrónicos) é o novo sistema ENGEL e-insert -  versão electrificada da máquina ENGEL para insertos, com uma placa rotativa servo-eléctrica e uma unidade de injecção totalmente eléctrica – com unidade de fecho e ejecção com o sistema servo-hidráulico ENGEL ecodrive. Uma máquina ENGEL e-insert 310V/100 vai produzir caixas de sensor em PA reforçada com fibra de vidro, com insertos metálicos, com um molde de 4 cavidades. O processo envolve a sobre-moldação dos insertos com precisão máxima, seguida da rotação a alta velocidade e máxima precisão de posicionamento da placa rotativa servo-eléctrica. Este conceito reduz o tempo de ciclo, melhora a eficiência de custo e permite economias significativas de energia devido aos accionamentos eléctricos. A manipulação da peças é assegurada por robô ENGEL viper 20.

Outra aplicação em destaque é a produção de um componente electrónico numa máquina totalmente eléctrica ENGEL e-max 200/100. Esta máquina requer menos espaço e garante rapidez e precisão elevadas. A série e-max é especialmente indicada para a produção de peças complexas para a indústria electrónica.

Embalagem: mais tampas e menos energia

São duas as novidades que a ENGEL tem para apresentar para o sector da embalagem. A nova máquina totalmente eléctrica ENGEL e-cap foi projectada para preencher todos os requisitos da produção de tampas com ciclos curtos, elevado nível de flexibilidade e baixo consumo eléctrico. Estas características devem-se a uma nova unidade de injecção, à ejecção com força acrescida e ao accionamento reforçado da unidade de fecho. Durante a K 2010, a ENGEL vai apresentar uma máquina ENGEL e-cap 3940/420 T com molde de 96 cavidades (fabricado pela Schöttli, Suíça), produzindo tampas de PEAD com ciclo inferior a 3 segundos. A célula de produção é completada com controlo de qualidade por sistema de visão Q-Vision.

image

Uma máquina ENGEL e-motion 740H/440M/280 WP, com molde de 4 cavidades, irá demonstrar a produção de um tubo com tampa de PP. O processo baseia-se num cubo rotativo e numa segunda unidade móvel. Os tubos são produzidos na primeira etapa, seguindo-se a injecção da tampa. As duas etapas são simultâneas e o processo também inclui rotulagem no molde.

Moldação técnica: moldando o labirinto

A novidade na área da moldação técnica é o sistema Multitube para produção de peças ocas e de geometrias complexas (ou mesmo labirínticas) numa só etapa. Este resultado é atingido através da integração no mesmo ciclo de duas ou mais etapas de injecção, pick & place e sobre-moldação. A principal vantagem é a eliminação das etapas finais de acabamento e ligação de vários componentes. Os resultados em matéria de acabamento das superfícies interiores e de consistência da espessura são significativos em comparação com os processos de injecção com gás. A nova tecnologia vai ser demonstrada com a produção de uma peça de 2 componentes com inserto de uma bucha roscada, num máquina compacta sem colunas  ENGEL victory 1050H/500W/220 combi com unidade de injecção adicional com montagem piggyback, numa célula automatizada com robô de 6 eixos e guardas de protecção.

A segunda apresentação nesta área será uma máquina ENGEL e-victory 200/50 para demonstrar a produção de lentes LED em PMMA para iluminação arquitectural. A célula de produção é, neste caso, optimizada para a produção de peças ópticas e inclui controlo de qualidade em linha. A manipulação das peças é assegurada por robô ENGEL viper 6, o mais pequeno da nova série de robôs da ENGEL.

Aplicações médicas

Para reafirmar  a sua competência na áreas das aplicações médicas, a ENGEL vai exibir uma máquina ENGEL e-motion 1340/280 T, totalmente eléctrica, produzindo discos de petri em PS com um tempo de ciclo de menos de 4,5 segundos, com molde de 8+8 cavidades (Plastisud, França). A automação é assegurada por sistema Hekuma (Alemanha) e inclui  remoção, controlo de qualidade, tratamento corona da ferramenta, empilhamento e embalamento das peças em película plástica.

Uma máquina ENGEL victory 330H/120 combi, com molde de 8+8 cavidades, irá demonstrar a produção de uma válvula de dois componentes para o sector médico, em ambiente clean room. A remoção é efectuada por robô Stäubli equipado com câmara para inspecção das peças.

Robôs
image

Para além dos modelos instalados com as várias máquinas,  série de robôs ENVEL viper terá também uma exposição especial. Aspectos em destaque serão a identificação de material e o controlo de vibrações.

 

 

 

A ENGEL é representada em Portugal por EQUIPACK.