Superfícies funcionais

A Georg Kaufmann Formenbau AG (Busslingen, Suíça) aperfeiçoou a sua tecnologia Duo Lamination para injecção e injecção-compressão e construiu um molde de demonstração para a produção de peças com superfícies funcionais (auto-iluminadas, transparentes, aquecíveis, toque suave) e/ou com integração de sensores capacitivos. As novas soluções de produção servem não só a indústria automóvel mas também aplicações similares noutros sectores industriais, tais como mobiliário, artigos de desporto e aplicações domésticas.
Para levar estes temas à prática, a Georg Kaufmann opera com a rede de inovação PRIMUS iniciada pela KraussMaffei. Adicionalmente, tem parcerias com fornecedores de matérias-primas, com fabricantes de sistemas de iluminação e com a Universidade Técnica de Chemnitz. As múltiplas possibilidades das superfícies funcionais serão demonstradas na K 2010 com vários exemplos temáticos: Sensor, Touch, Lighting and Surface.
image ‘Ambient Sensors’ é o termo escolhido para designar a integração de sensores capacitivos na peça moldada. Um ou vários sensores são incorporados sob o tecido decorativo da parte exterior da peça moldada. Basta tocar os sensores (ver foto) para ligar um sistema de iluminação, actuar a abertura de uma janela ou regular um aquecedor. Estes sensores podem ser usados em aplicações domésticas para ligar/desligar diversas funções.

O termo ‘Ambient Touch’ abrange todas as possibilidades de influenciar as propriedades tácteis da peça moldada (ver segunda foto). Para além das diferenças que se podem obter entre vários têxteis e plásticos, também se podem usar folhas metálicas frias ao toque mas que podem ser aquecidas. As utilizações possíveis para o ‘Ambient Touch’ vão muito para além do sector automóvel, podendo chegar ao interior da carruagens de eléctricos, autocarros, comboios ou aviões, em mobiliário doméstico ou mesmo em bancos com auto-aquecimento em recintos desportivos.

image

A designação ‘Ambient Lighting’ refere-se a filmes electroluminescentes (EL) ou a diodos emissores de luz (LED) integrados nas peças moldadas. Esta integração abre novos horizontes para o projecto de teclados ou ecrãs tácteis, com aplicações múltiplas no sector automóvel na electrónica de entretenimento e nas aplicações domésticas.

A mudança rápida de um material decorativo para outro é a ideia subjacente à expressão ‘Ambient Surface’. É possível produzir peças moldadas com superfícies visualmente diferentes sem interromper a produção.