K 2010 – mercado em tendência positiva

image A K 2010 recebeu mais de 220 000 visitantes de mais mais de 100 países. A tendência de recuperação, perceptível logo nos primeiros dias, causou o optimismo dos 3102 expositores, que reportaram um elevado número de contactos de visitantes com vontade de investir e também vários negócios espontaneamente concluídos na feira.
Comparativamente à K 2007, o número de visitantes baixou 9%, mas nessa altura a indústria estava em fase ascendente, enquanto a K 2010 se realizou na sequência de uma crise económica. Segundo o Sr. Ulrich Reifenhäuser, "durante a crise económica e financeira global, formou-se uma reserva de investimento. Agora a procura está a crescer à escala global e registamos um significativo interesse dos clientes".

Cerca de 60% dos visitantes da K 2010 vieram de fora da Alemanha, dos cinco continentes e de mais de 100 países, confirmando claramente o reforço do carácter internacional desta feira. Os visitantes europeus passaram de 57% para 54%. Dos restantes 46%, o maior grupo veio da Ásia, com cerca de 30 mil visitantes. A Índia, com 11 mil visitantes foi o país mais representativo do total dos visitantes asiáticos. Registou-se também um aumento dos visitantes da Turquia (4300) e Israel (3600). Países como o Egipto, Brasil e Emiratos Árabes também aumentaram o número de visitantes. A América Latina, com 10 500 visitantes registou praticamente o mesmo número de visitantes, comparativamente à K 2007. Os EUA e o Canadá estiveram representados por 6800 visitantes.

Cerca de dois terços dos visitantes procuravam máquinas. 48% dos visitantes procuravam matérias-primas e 26% produtos semi-acabados e peças técnicas. Cerca de 62% de todos os visitantes eram profissionais com cargos médios ou de topo.

A próxima K terá lugar nos dias 16 a 23 de Outubro de 2012.