Fieiras ProCone

imageA Davis-Standard (Bridgewater, N.J., EUA) lançou recentemente as fieiras ProCone para extrusão tubular de filmes com estruturas de 5 a 9 camadas. Desenvolvidas para proporcionar a máxima versatilidade nas produção de filmes barreira, estas fieiras têm mandris em arranjo empilhável que permite o movimento vertical dos mandris no interior da fieira e também o movimento angular dos madris uns em relação aos outros. Graças a este arranjo, a fieira tem a necessária flexibilidade para mudar as relações de espessura entre camadas sem ter que alterar a posição da extrusora. O movimento permite que os módulos, isto é, um cone e um anel, rodem para partilhar uma extrusora ou sejam desligados e movidos para serem utilizados para outra extrusora. Adicionalmente, estão disponíveis módulos interpermutáveis que podem ser utilizados para especificações diferentes ou para lidar com resinas especiais, consoante as necessidades.

"A utilização da fileira ProCone para filmes barreira destina-ser para máquinas de desenvolvimento e para linhas de produção para larguras até 1500 mm. A fieira e o sistema de extrusão proporcionam um elevado nível de versatilidade para modificação da configuração e das relações das camadas que antes requeriam a mudança do sistema de fieira" – disse Rick Keller, vice-presidente da David-Standard para a área da Extrusão Tubular de Filmes. "A fieira ProCone permite de facto a flexibilidade prometida mas nunca atingida por outras soluções empilháveis. Este é mais um exemplo da presença crescente da Davis-Standard no mercado dos sistemas de sete e nove camadas".
O sistema ProCone é fabricado em tamanhos de 50 a 300 mm. Inclui um desenho cónico com rede binária para distribuir o polímero às espirais. As fileiras de 150 a 300 mm têm um um orifício largo central para para a passagem do ar de arrefecimento interno do balão (IBC – internal bubble cooling). A redução ao mínimo dos parafusos entre camadas facilita a operação e a limpeza.