INTERPLASTICA em Moscovo

A economia russa está a voltar gradualmente ao crescimento. O volume de produção das indústria transformadora registou um aumento de 14% na primeira metade de 2010 comparativamente a igual período do ano anterior, com indicadores mais expressivos nos sectores da química, da borracha e também nas indústrias de plásticos. São boas notícias para os expositores da INTERPLASTICA 2011, que terá lugar nos dias 25 a 28 de Janeiro de 2011 no centro de exposições de Moscovo (Krasnaja Presnja).

Expositores de 30 países voltarão a representar as áreas da maquinaria para produção e reciclagem de plásticos, os moldes e periféricos, os sistemas de medida e controlo, as matérias-primas e produtos auxiliares, e ainda as áreas da logística e dos serviços.

Em 2011, a INTERPLASTICA voltará a realizar-se em paralelo com  a UPAKOVKA/UPAK ITALIA, a feira internacional dedicada a maquinaria e materiais de embalagem. Em conjunto, as duas feiras terão cerca de 800 expositores e 15 mil metros quadrados. As duas feiras são organizadas pela Messe Dusseldorf e pela sua subsidiária em Moscovo.

Embora a maior parte das empresas russas continue cautelosa nas previsões de negócios, há planos de investimento em actualização e aumento de capacidade. Alguns sectores, como é o caso do mercado dos filmes, já estão a registar crescimento significativo, prevendo-se investimentos em novas fábricas e linhas de produção para substituir importações. O consumo per capita de filmes plásticos na Rússia é ainda muito inferior ao que se regista nos E.U.A. e na Europa. São boas perspectivas para os construtores de máquinas de produção de filmes.

A maior parte dos expositores da INTERPLASTICA será, de novo, formada por empresas das Rússia, Alemanha e Itália. Mas países como a Áustria, França, Portugal, China e Taiwan terão também forte presença. A Rússia e a China são os países com maior aumento do número de expositores. Na última edição (Janeiro de 2010), a INTERPLASTICA e a UPAKOVKA/UPAK ITALIA receberam 21 mil visitantes.