CHINAPLAS – "Zona do Futuro" numa exposição presente

image O futuro está para vir, mas um "carro do futuro" já está estacionado na 26ª Feira Internacional das Indústrias de Plásticos e Borracha (CHINAPLAS 2012) para mostrar a aplicação de plásticos e borracha. Os organizadores querem impulsionar este sector industrial no sentido das tecnologias avançadas e do desenvolvimento a par das necessidades humanas e dos conceitos de protecção ambiental e redução das emissões.

A cerimónia de abertura da CHINAPLAS 2012 contou com uma multidão de expositores e visitantes. A organização criou uma "Zona do Futuro" para mostrar a criatividade ilimitada das aplicações de plásticos e permitir aos visitantes ver e experimentar conceitos futuros. Eis alguns desses conceitos:

image O Carro do Futuro
A principal demonstração na "Zona do Furturo" é o carro desportivo ‘Batshark’, um modelo 1:1 seleccionado no programa "Criar o Nosso Futuro". O concurso de design do "Carro do Futuro" durou 5 meses e serviu para combinar a experiência de especialistas da indústria de plásticos, borracha, automóvel, mecânica, e o trabalho de melhoria contínua na área do design automóvel desenvolvido pelos 15 grupos participantes. O ‘Batshark’ foi escolhido pelo júri pelo seu sistema operativo, pela redução de peso e pela tecnologia verde.
Cada uma das três camadas de material tem uma função – absorver a luz, transformá-la em energia e armazenar essa energia. O design em sandwich da carroçaria é a principal fonte de energia. Durante o dia, mesmo que não esteja em movimento, a superfície da carroçaria pode aumentar com a extensão de "asas" para absorver o máximo de energia e armazená-la para ser usada de noite. Daí o nome ‘Batshark’ (tubarão morcego). Este carro do futuro move-se a energia solar, com emissões zero e regeneração da energia de travagem. A utilização de materiais leves permite os mais baixos consumos de energia. O conceito "plásticos substituem metal" está claramente demonstrado na integração da tecnologia de micro-espumas na carroçaria sandwich e na utilização de polímeros funcionais e ligas de PLA em componentes principais. Graças ao novo sistema de rodas com accionamento individual, o carro é mais leve e mais espaçoso. Cada roda tem o seu próprio motor independente, ligado a um terminal remoto na traseira do carro. Sem necessidade de um motor volumoso e pesado, e substituindo o sistema de transmissão/potência por um sistema solar high tech e por sistema de operação inteligente, o ‘Batshark’ é um conceito totalmente novo.

Um engenhoso sistema de operação por ecrã táctil controla todo o veículo. O carro do futuro é conduzido com a ponta do dedo. Um toque suave dá acesso à informação mais recente sobre o tráfego e permite comandar o ar condicionado e a música ambiente. O controlo remoto dos electrodomésticos de casa ou o acesso aos documentos do escritório ou da internet, também estão à distância de um dedo. O Batshark possui a mais avançada tecnologia de projecção virtual, com o vidro pára-brisas a mostrar a situação do tráfego nos arredores, mapa das estradas e informação de itinerário. O interior espaçoso, a larga visão frontal, a câmara inteligente na traseira, o sensor radar de distância são outros aspectos que podem proporcionar uma experiência agradável de condução. O sistema de accionamento independente das quatro rodas faz com que a inversão de marcha seja feita com toda a facilidade. Essa função será especialmente útil mas cidades mais congestionadas.
A exibição deste "carro do futuro" é muito mais que um tema decorativo numa feira de Plásticos. É um sinal de que a China quer seguir o trilho high tech.

image A "Premium Design Gallery" é a segunda parte da "Zona do Futuro" da CHINAPLAS. Aqui, foi reservada uma grande área para expor uma série de peças plásticas com design único. A Bayer Materials Science (China) Co. Ltd levou uma Árvore da Vida, feita de filme de policarbonato, e um modelo de avião Solar Impulse, movido, como o nome indica, a energia solar. A DuPont Titanium  Tech (Shangai) Co. apresenta embalagens de cosméticos com efeitos visuais criados pela tecnologia de sobremoldação 3D da resina Surlin®. a BASF (China) Co Ltd mostra dois tipos de cadeiras que demonstram como é possível combinar a elegância, a elevada mobilidade e vários desenhos. Apresenta também um puzzle de cutelaria: três talheres que se encaixam para formar uma "escultura" quer desafia os costumes de mesa. Também a ASSOCOMAPLAST – a associação da indústria italiana de imagetransformação de plásticos convidou os seus membros para apresentarem produtos finais criativos.

A CHINAPLAS 2012 abriu as suas portas ontem (18 de Abril) e durará até ao dia 21 (Sábado), no  Centro de Exposições Internacional de Shangai. A "zona do Futuro" decorre em paralelo, na Praça Central (junto à Asa Norte) do Centro de Exposições. A CHINAPLAS tem a dimensão sem precedentes de 210 000 m2, com mais de 2700 expositores de 35 países, incluindo 13 pavilhões nacionais (Áustria, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Coreia, China, Taiwan, Tailândia, Turquia, Reino Unido e E.U.A., numa feira industrial com mais de 2500 máquinas, repartidas por 11 zonas temáticas. Os organizadores esperam mais de 100 000 visitantes, dos quais 20% de fora da China. Mais informação em www.ChinaplasOnline.com