Tendências do mercado dos filmes agrícolas

O mercado europeu  de filme agrícola registou cresceu na última década, atingindo meio milhão de toneladas e 2013, segundo o relatório Agricultural Film Market in Europe 2014 [clicar para mais informação], recentemente publicado pela AMI Consulting. A Espanha e a Itália são os maiores mercados e absorvem cerca de 40% da procura, induzida sobretudo pela horticultura intensiva que utiliza grandes quantidades de filmes para estufas e cobertura de solos. Em contraste, a Europa do norte, com vastas áreas de terrenos relvados, é grande procura de forragens e por isso tem um consumo ais significativo de filmes de silagem, quer em folha, quer em envolvimento estirável.

imageO mercado do filme de silagem deverá crescer pelo menos 1% nos próximos cinco anos. Este crescimento será induzido por factores como o aumento da produção de biomassa, a procura de forragens de qualidade, a redução de perdas, o aumento do número de vacas leiteiras, a melhoria da alimentação animal, o aumento da alimentação de cavalos com forragem e a generalização do embalamento e envolvimento.
O consumo de filmes de cobertura tradicionais deverá descer em quantidade durante os próximos cinco anos, em resultado da maturidade relativa deste mercado, da redução das áreas de cultivo e da necessidade de redução dos resíduos de plástico (por redução da espessura ou pelo uso de filmes biodegradáveis).
As tendências do mercado para os filmes de estufas são similares às dos filmes de cobertura de solos, até porque os dois são cada vez mais usados de forma combinada. O mercado europeu atingiu a maturidade e os filmes para uma época estão a ser substituídos por filmes que duram até 5 anos, induzindo uma tendência de descida que se deverá manter nos próximos cinco anos.
Cada vez mais, o factor primordial é o valor, em vez do volume. Para aumentar a quota num mercado sobre-fornecido, os fornecedores de filmes procuram desenvolver filmes multicamada mais finos e com características acrescidas e adaptadas aos clientes, ao mesmo tempo que procuram oportunidades para aquisições de consolidação. Entre os casos recentes estão a aquisição da Hyplast e da Biofol Film pela RKW, a aquisição do negócio de filmes industriais da ITW Mima pelo Carlyle Group, a aquisição do grupo espanhol TPM pela Morera & Valejo e a aquisição da Unterland pelo grupo Britton, agora designado Coveris.

A relevância do filme agrícola

Para alimentar uma população global que deverá atingir os 9 mil milhões de pessoas em 2050, é necessário eliminar o desperdício de alimentos, melhorar a distribuição e aumentar a produção de alimentos. A agricultura enfrenta desafios devido à alteração das tendências económicas e ambientais, incluindo  as mudanças climáticas, a expansão dos biocombustíveis, a desaceleração dos rendimentos agrícolas, o aumento da procura de carne e do consumo calórico por parte de uma classe média ascendente. Estima-se que em 2050, cerca de 70% da população global viva em cidades, comparativamente aos 50% actuais.
Embora o crescimento populacional seja marginal na Europa, a agricultura europeia continuará a desempenhar um papel relevante na produção alimentar mundial, ao meso tempo que continuará a lutar pela subsistência face à disputa pelo uso da terra. O sector agrícola vê-se forçado a produzir mais com qualidade mais elevada em menores áreas de terra, em menos tempo, com menos recursos e gerando menos resíduos. Prolongar a estação de crescimento e aumentar os rendimentos por hectare têm sido e continuarão a ser os factores da procura de filmes agrícolas. Os filmes plásticos protegem as colheitas e têm implicações directas na qualidade das mesmas. Os filmes contribuem para a eficiência agrícola para a redução do consumo de agroquímicos, água e energia.

Para  além da actividade de consultoria na área dos filmes agrícolas, a AMI organiza a conferência internacional anual para a indústria do filme agrícola. A próxima Agricultural Film Conference realizar-se-á em Barcelona, Espanha, nos dias 15 a 17 de Setembro. Para mais informação, contactar Jenny Skinner (clicar para enviar email).