NANOMATERIAIS

O primeiro orador do XXXI SEMINÁRIO DE PLÁSTICOS apresentou o tema dos nanomateriais, cada vez mais relevantes na indústria transformadora. O prof. Vasco Teixeira, da Universidade do Minho, caracterizou estes materiais, as suas propriedades, aplicações, as exigências da sua manipulação e o potencial de investigação e negócio que envolvem.

image

“O mercado da nanotecnologia poderá atingir um trilião de dólares dentro de alguns anos” – referiu o prof. Vasco Teixeira, que referiu os múltiplos casos de empresas portuguesas que produzem e ou utilizam nanopartículas nos mais diversos sectores. Materiais filtrantes, nanosensores, bioelectrónica, nanorobôs, nano-óxidos, revestimentos transparentes, cargas de reforço, são algumas das aplicações que já estão disponíveis no mercado.

image

Os nanotubos de carbono são uma das descobertas mais significativas, com interesse para a indústria de plásticos. Os revestimentos baseados em nanomateriais biocompatíveis estão a conquistar aplicações no sector médico. Os revestimentos anticorrosivos já estão a ser utilizados na fabricação de moldes e postiços para moldes. Os revestimentos fotocatalíticos conferem propriedades de auto-limpeza a painéis e protecção sonora.
O prof. Vasco Teixeira destacou ainda o projecto INNOSHADE para janelas de aviões, e o projecto NANOSAFEPACK, para utilização em embalagens de produtos alimentares. Ambos tiveram participação portuguesa. Destacou ainda exemplos de injecção de micro-peças como uma das áreas em que Portugal já tem experiência relevante, através da empresa Celoplás. A utilização de nanomateriais permite reduzir defeitos e tempos de ciclo. No sector automóvel, os nanomateriais são uma fonte de melhorias com elevado potencial, desde a melhoria de desempenho e resistência dos pneus até às tintas com propriedades de auto-reparação, passando pelos revestimentos anti-reflexo para mostradores ou pelas soluções de optoelectrónica para projecção em vidro.
Face a todo este potencial, é de esperar um grande desenvolvimento, que exige cuidados especiais com a segurança na fabricação, na utilização e na reciclagem – destacou o prof. Vasco Teixeira.