Colaboração entre robôs numa célula integrada

Logo após a saída da máquina de injecção, as peças plásticas podem ser montadas, decoradas, empilhadas e ou alinhadas num transportador, de forma totalmente automática, utilizando robôs programados para trabalho colaborativo. Durante a feira MOLDPLÁS 2015, a decorrer até 31 de Outubro, a empresa AGI (Augusto Guimarães & Irmão), exibe uma célula de produção integrada, baseada numa máquina de injecção FANUC, totalmente eléctrica, equipada com robô cartesiano WEMO e completada com um robô articulado FANUC. Os dois robôs colaboram entre si, de forma perfeitamente sincronizada, para executar todo um conjunto de tarefas: retirar as peças injectadas (copos de uso doméstico) do molde, retirar as tampas das calhas de alimentação, retirar os rótulos de papel pré-cortados da calha de alimentação, enrolar os rótulos, colocá-los no interior dos copos, colocar as tampas nos copos e finalmente alinhar os copos no transportador de saída. A colaboração entre robôs, de tipo e marca diferentes, exige precisão de movimentos e é assistida por visão artificial.
“Com esta aplicação, demonstramos o potencial e a versatilidade das células de produção integradas com robôs” – disse à REVIPLAST Tiago Guimarães, da AGI – “A célula integrada ocupa um espaço reduzido, assegura elevadas produtividades e pode ser adaptada para aplicações diferenciadas”.