API investe na produção e pesquisa de TPE e TPU

image A API Spa, um dos principais produtores de compostos termoplásticos (TPE, TPU e bioplásticos), anunciou investimentos significativos em equipamentos de produção e infra-estruturas de I&D. O plano de investimentos inclui uma nova linha de produção de poliuretano termoplástico (TPU), elevando o total de linhas para 5 e aumentando a capacidade em 25%, duas novas linhas de produção de elastómeros termoplásticos (TPE) e  bioplástico APINAT, aumentando a capacidade em 15%, um sistema integrado para embalagem e paletização automática, uma nova linha dedicada à produção de TPE e TPU micronizado, um novo sistema industrial de SCALE-UP, a renovação completa dos departamentos de amostrar e de produção de masterbatches e ainda novos laboratórios de Investigação e Desenvolvimento.

Anúncios

Processamento económico de silicone sólida

ENGELO novo “roto feeder” da ENGEL (Schwertberg, Áustria) é um transportador rotativo para alimentação contínua de silicone sólida para unidades de plastificação evitando “inclusões” e mantendo pressão constante. O processamento de silicone sólida, por exemplo, pode tornar-se significativamente mais fácil e mais económica. Algumas das primeiras 50 unidades instaladas estão em funcionamento na Delphi Germany, em Wuppertal.

Continuar a ler

TPEs com formulações especiais

image A KRAIBURG TPE (Waldkraiburg, Alemanha) vai apresentar na K 2010 várias soluções de TPE (elastómeros termoplásticos) desenvolvidas especialmente para diversas aplicações sectoriais. É o caso dos compostos de alta performance HIPEX® destinados aos mercados Aurtomóvel, Indústria e Engenharia, e dos compostos THERMOLAST® M, especialmente formulados para aplicações médicas e farmacêuticas. Entre outros aspectos, os transformadores e utilizadores beneficiam das propriedades acrescidas de deslizamento, da possibilidade de escolha entre variantes de dureza para combinação com PC e ABS. No segmento das aplicações de consumo, o destaque irá para os novos compostos THERMOLAST® K e para a propriedade "wet grip" (peça fácil de agarrar, mesmo quando húmida). Para além das propriedades estéticas e ergonómicas, os compostos de TPE também podem inclui fragrâncias.
Todos estes produtos já foram objecto de referência detalhada na edição impressa da REVIPLAST (ver edição nº 50, páginas 13, 20 e 25). Os compostos de TPE da KRAIBURG TPE são comercializados em Portugal pela Salmon & Cia. Lda. [CONTACTAR].

Desgasificador lateral de duplo fuso

image A Coperion (Estugarda, Alemanha) introduziu várias melhorias nos seus desgasificadores laterais ZS-EG: os fusos foram optimizados, os modelos standard foram projectados para um vácuo absoluto até 50 mbar (pressão de desgasificação menor, a pedido), e os accionamentos têm velocidade variável.

LEIA MAIS

Materiais elásticos em aplicações "encobertas"

Quando se fala de borracha, o pneu é um dos primeiros objectos que vem à ideia. Afinal, os pneus estão por todo o lado, bem à vista, e têm que ser regularmente inspeccionados e substituídos. Cerca de 60% dos 22 milhões de toneladas de borracha usada a nível mundial é processada para fabricar todo o tipo de pneus. No entanto, a borracha pode ser usada para muitas outras finalidades, muitas delas abrangidas pelo títulos de "vedantes", "fixação" e "transporte" – três palavras que significam mais do que parece. Na realidade, muitos dos produtos de borracha são usados em aplicações "encobertas", isto é, menos visíveis, razão pela qual a maior parte das pessoas não se apercebe da versatilidade deste material. Os produtos de borracha são usados para vedar objectos tão pequenas como ampolas medicinais e tão grandes como coberturas de estádios. Contribuem para a deslocação suave dos comboios, para o funcionamento silencioso dos motores, para a eficiência energética dos transportadores e para o movimento das hélices eólicas. Adicionam propriedades como o "toque suave" ou, no caso de vestuário de segurança, protecção contra substâncias perigosas. Como correias ou cintas, transmitem energia. Como tubos, transportam fluidos em aplicações domésticas, industriais ou médicas. Os novos materiais têm vindo a ser acompanhados por mudanças na tecnologia de processamento. O aumento dos custos de materiais e a queda dos preços de venda forçam os transformadores a melhorar continuamente os seus métodos de produção.  A maior parte das novas possibilidades será apresentada na K 2010 -  a maior feira mundial dos plásticos e borracha – de 27 de Outubro a 3 de Novembro em Dusseldorf.

LER O RESTO DO ARTIGO